Vinda das redes bolsonaristas, circula nas redes sociais a notícia de que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria aumentado o Auxílio-Reclusão para um valor acima do salário mínimo.

Para não variar, essa é mais uma Fake News que ganha força entre os que promovem fofoca ao status de informação, o “tio do zap” ao status de jornalista ou assiste a desqualificadíssima Jovem Pan News.

Fotomontagem do Blog

Na verdade o Auxílio-Reclusão é um beneficio mensal pago a dependentes de pessoas presas em regime fechado ou semi aberto, que tenha contribuído para a previdência ao menos nos 24 meses imediatamente anteriores à detenção.

Ou seja, o benefício não é uma bagunça indiscriminada e a sua concessão depende de requisitos previdenciários.

Além das exigências protocolares, o benefício não pode ultrapassar o valor do salário mínimo de R$ 1.302,00 em 2023 e caso o segurado seja posto em liberdade, fuja da prisão ou passe para o regime aberto, o auxílio é cancelado.

Sobre o valor de R$ 1.754,18 anunciado pelos seguidores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), ele é apenas o limite de salário que a pessoa poderia receber antes de ser preso para requerer o benefício. Sendo assim, quem recebia mais do que essa quantia antes de ir para a cadeia, não tem direito ao Auxílio-Reclusão.

Outro detalhe importante é que esse beneficio é concedido aos dependentes do preso assegurado pelo INSS, não um bônus para criminosos.

Mais importante ainda é entender que a família não é culpada dos erros do preso.