Editado em 08/Apr/2022 19h46

Sem nenhuma grande obra importante para chamar de sua após três anos de governo e buscando a reeleição, o governador de Goiás Ronaldo Caiado (UB) vai à Região do Entorno Goiano do Distrito Federal, inaugura obra inacabada e mente sem dó.

Foto: Reprodução (Redes Sociais @pabiomoeeoro) “com edição da redação”

Caiado inaugurou nesta quarta-feira (06) o Sistema Produtor de Água Potável Corumbá, que foi 90% concluída pelo ex-governador Marconi Perillo.

Quando assumiu o governo do estado, Caiado herdou o empreendimento em seus estágios finais, já em fase de teste, com o sistema de captação, a estação elevatória, 27Km de adutora de água bruta e a Estação de Tratamento de Água, que fica em Valparaíso, tudo pronto.

Faltava apenas ele construir a linha de transmissão de energia, dois reservatórios e a linha de distribuição para a água chegar ao consumidor.

E ele fez? Não.

Descaradamente, talvez pensando que todo mundo é tolo e contando com a desinformação, promovida pelos veículos de imprensa que lhe são favoráveis, o “coroné” disse ter executado 44% da obra, que segundo ele se arrastava:

"Nós tivemos que reorganizar a nossa estrutura da Saneago e nós agora fizemos 44% da obra em apenas três anos e três meses", disse ele no evento que teve até banda militas.

Mentira!

O que se sabe é que nesses três anos e três meses, Caiado investiu apenas R$ 16 milhões dos R$ 440 milhões totais da obra, construindo somente a linha de transmissão de energia. Com isso o candidato à reeleição de currículo vazio foi capaz de executar a ninharia de 3,64% do invertimento total. Conclui-se então, que na toada caiadista, uma construção como essa levaria 27 anos, 5 meses e 18 dias para ficar pronta, atingir 100%.

Que preguiça!

E teve mais mentira. Caiado disse com uma expressão corporal bem agitada o seguinte:

"Eu só inauguro aquilo que está funcionando, eu nunca fui numa obra para inaugurá-la se ela não tivesse ali, recebendo ou prestando serviço à população".

Aff. Será que o Procon aceita reclamação desse tipo de propaganda enganosa?

Ele não construiu os dois reservatórios e a rede de distribuição propriamente dita, não tem como nenhuminha gota de água do Corumbá chegar nas torneiras dos goianos agora.

Caiado fez festança de inauguração eleitoreira, tirou bastante fotos, posou para a imprensa, mas a verdade está aí:

É golpe. Cai quem quer!

Ao Jornal Opinião do Entorno a Saneago respondeu mais uma vez com uma propaganda da inauguração e a informação de que “o Sistema Corumbá, já de imediato, atende Luziânia e Valparaíso. Para tanto, o principal reservatório é o Reservatório Apoiado Marajó, com capacidade para 3.500 m³. Além disso, são utilizados os Centros de Reservação Ingá (1.200 m³), D’alva IX (1.150 m³) e Sol Nascente (650 m³)”.

=> Essas são estruturas de uma adutora bem antiga, que vai do Corumbá para o Inga, comprometida, e que a própria Saneago não tem certeza de que funcionem devido seu dimensionamento muito abaixo do novo empreendimento. Há informações de que o volume de água nesses tubos é tão baixo, que se dilui no meio da capitação dos poços. A a única certeza que se tem na empresa é que um pouco dessa água chega a apenas o bairro Marajó, em Valparaíso de Goiás.