Com apenas 50 anos, o ator, cantor e apresentador Mário Frias certamente vai ter ainda muito tempo de vida após o fim da era Bolsonaro no poder, o que se dará provavelmente em 31 de dezembro de 2022, ou no máximo no mesmo dia, só que do ano de 2026.

Secretário especial de Cultura do governo Jair Bolsonaro, Mário Frias
Foto: Reprodução (terra.com.br)

E a pergunta que fica é: O que será desse rapaz quando o poder de Bolsonaro acabar?

O homem artista, que talvez tenha esquecido que apenas “está” e não “é” secretário especial de cultura, adotou o comportamento político infanto-juvenil e beligerante dos Bolsonaro, criando atrito com praticamente toda a sua categoria.

Frias parece acreditar que é um topo de Ariano, espécie de raça pura, superior, invencível

Quando acabar esse tempo de atuação política, com quem o todo poderoso vai atuar? Qual companhia vai contratá-lo?

Nem hotéis no Rio estão recebendo-o com seu negacionismo arrogante!

Bom, mas cada qual com seu cada qual.