Com sua boca amaldiçoada de sempre, Bolsonaro disse neste domingo (05) que a Petrobrás iria iniciar uma série de pequenas reduções nos preços dos combustíveis.

FotO: Reprodução (Folha-UOL)

A antecipação da suposta decisão foi vista pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) como um vazamento de informação privilegiada e motivou a abertura de um processo contra a estatal.

O que resta dessa nova investida da língua solta do presidente Jair Bolsonaro (PL) é que a Petrobras pode cancelar as reduções dos preços para se defender da acusação de ter vazado a informação.

Aff… Boca de sapo!